fbpx
O estresse mental e suas barreiras para a felicidade

O estresse mental e suas barreiras para a felicidade

Um dos males do século XXI é o estresse mental. Vivemos em uma sociedade cujo excesso de trabalho e de tarefas é supervalorizado, onde o consumismo é desenfreado e onde as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a quantidade de bens que possuem.

Por outro lado, estamos adentrando em uma era em que a qualidade de vida começa a ser discutida em pequenos grupos. Aos poucos, a prática de exercícios e de momentos de lazer começa também a ser estimulada por governos e entidades públicas. Isso porque está sendo cada vez mais claro que um indivíduo estressado produz menos e com menor qualidade.

É cada vez mais perceptível o mal que o estresse mental causa na vida cotidiana e na saúde, e em como ele pode ser uma barreira para o sucesso e para a felicidade como um todo.

O que é o estresse mental?

O estresse mental é um constante estado de tensão do cérebro devido a fatores externos ou internos. O nosso cérebro passa a ficar mais cansado e outros sintomas acabam aparecendo, como desânimo, falta de sono e irritabilidade emocional.

O estresse faz com que a mente passe a trabalhar de forma negativa, enxergando fatos e acontecimentos por um ângulo ruim, causando inúmeros problemas psicológicos e sociais.

Fatores que desencadeiam o estresse mental:

Excesso de trabalho

O excesso de trabalho faz com que a mente esteja sempre preocupada. Isso gera uma sobrecarga para o cérebro que acaba por nunca descansar.

A dica é pegar leve e não trabalhar mais que oito horas por dia. Em alguns países, a carga horária já é somente seis horas diárias. Se a atividade for realizada com prazer e diversão, muitas vezes o horário é ultrapassado de forma espontânea. Por esta razão é importante fazer o que gosta ou aprender a gostar do que faz para evitar a mente estressada e sobrecarregada. 

Falta de sono

Quando o corpo não descansa adequadamente, a mente produz hormônios de forma desenfreada, o que causa estresse mental. O ideal é dormir oito horas por noite, para recuperar o sistema nervoso de todo o trabalho do dia.

Perceba quantas horas o seu corpo fica bem. Para cada um é diferente. Tem pessoas que com seis horas está bem e outras com no mínimo oito horas. Ajuste-se às necessidades do seu corpo.

Má alimentação

Comer alimentos industrializados ou comer em horários muito espaçados acaba estressando a mente, que precisa gerar esforço extra para se manter alerta.

Procure se alimentar corretamente e nos horários estipulados, mesmo que seja durante o intervalo de um trabalho. Às vezes o que seu corpo requer é água e você por sentir espaço no estômago acaba comendo. Beba mais líquidos e hidrate o seu organismo para ter uma vida mais saudável e com menos estresse. 

Sedentarismo

Muitas pessoas hoje trabalham em posições onde o corpo se mantém inerte, geralmente em escritórios. Isso faz com que a mente se sobrecarregue e não haja produção de serotonina.

É recomendável praticar uma hora de atividade física por dia para compensar os efeitos de um dia inteiro sentado. Um corpo saudável reflete em uma mente menos estressada e mais produtiva. Procure fazer pelo menos uma caminhada leve. Escolha uma atividade física que seja prazerosa e assim terá mais facilidade em dar continuidade.

Já pensou em dançar? É agradável e muito divertido.

O estresse mental como barreira para a felicidade

Todos conhecemos um pouco dos efeitos do estresse no dia-a-dia e o quanto ele nos prejudica na vida. Quando estamos estressados, as coisas perdem o gosto e as atividades passam a ser difíceis de serem realizadas.

Uma vida com estresse pode prejudicar relações, diminuir a produtividade e causar depressão.

Seguem algumas dicas valiosas para a diminuição do estresse mental no dia-a-dia:

  • Faça atividades físicas: esta dica parece clichê mas é essencial. A atividade física estimula a produção de serotonina, o chamado hormônio para a felicidade, capaz de diminuir a ansiedade e os níveis de estresse mental. Uma hora de exercícios diários podem fazer milagres!
  • Coma alimentos saudáveis: um corpo bem nutrido reage melhor às adversidades da rotina. Opte por alimentos saudáveis, como verduras, frutas e comidas feitas em casa. Isso fará com seu cérebro produza mais e aguente os períodos em que o trabalho excede o limite.
  • Trabalhe menos: sempre tente manter os horários de trabalho, evitando passar das oito horas diárias. Nem sempre isso é possível, mas é necessário um esforço contínuo para que o trabalho não prejudique a vida pessoal.
  • Aproveite as horas de lazer: fazer atividades que lhe dão prazer é um ato de amor com seu próprio corpo. Além das atividades físicas, é importante dar ênfase naquilo que lhe faz bem, como ler um livro ou tomar um banho demorado, por exemplo. Tire uns minutinhos do dia para focar em você.
  • Esteja perto de quem você ama: não deixe de dar atenção aos filhos, ao parceiro ou ao cachorro. Estar perto de quem amamos reduz os níveis de estresse mental e é a chave para um vida mais feliz.
  • Faça massagens relaxantes: a massagem nutri o seu corpo e nossos corpos adoram um mimo e um toque. Faça massagens semanais e experimentarás mais leveza.
  • Corra suas Barras de Access Semanalmente: agende uma sessão semanal e perceba a leveza do seu ser dissipando as energias que te limitam. Se você já fez o curso de Barras de Access procure um outro colega e façam trocas semanais para trazer mais clareza para a sua vida. Quanto mais sessões fizer, mais leveza, facilidade, alegria e glória alcançará. 

2 comentários em “O estresse mental e suas barreiras para a felicidade”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *